Domingueiro Trofa

Amigos e seguidores do nosso blog, como sempre os elementos do grupo os Kedasbikez anseiam pela chegada de cada domingo para dar inicio a mais uma aventura Betetista do nosso grupo.

Nesta semana, que por sinal foi “negra” para prática da nossa modalidade devido às recentes noticias que tem vindo á baila sobre as armadilhas criadas para os Betetistas, colocadas não se sabe por quem para “decapitar” a prática da nossa modalidade, só nos resta dizer que lamentamos esta situação e que não vamos desistir de desfrutarmos as belas paisagens que o nosso cantinho a beira-mar plantado nos oferece, e que esperámos que as autoridades competentes apurem as responsabilidades antes que ocorra um grave acidente entre os amantes da nossa modalidade.

Voltando a nossa historia, saímos desfalcados de um elemento que não pode comparecer para esta aventura, mas os que vieram estavam prontos a mais umas horas de puro prazer, camaradagem e descontração aliadas ao esforço físico para transpor algumas partes mais ingremes do trajeto elaborado para este domingo, claro que tudo que sobe desce mas por vezes nem se dá conta que subimos uma parede porque a descida seguinte aliada ao prazer e a velocidade com que é efetuada é transposta em meros segundos de êxtase.

O nosso companheiro Berto nesta semana deu mais dois tralhos, um num cavalinho efetuado na totalidade, caíndo redondamente de rabiote no chão e outro porque um parafuso do sapato se soltou e não conseguiu retirar o clip do pedal e era só velo a cair como se de um pinheiro se tratasse!!!!!

O Felix voltou a montar a sua KTM depois de algum tempo parada devido a uma avaria técnica, e se a subir as vezes se acabrunhava, a descer meus amigos saiam da frente porque o homem estava eufórico, o Coelho só dizia “agora é que trava”, de tanto travar pensamos que até nas subidas o homem tinha as mãos nos travões porque só dizia, “tou que nem posso”, o Gomes continua em alta rotação Martins sempre a tentar roubar taças no Strava e o Carlos, ultimamente tem descido com mais velocidade será da Rolei fica a pergunta?

Já estamos a espera do próximo fim de semana para juntar a malta e sair mais uma vez para outra aventura betetista para descomprimir de uma semana de trabalho, sempre com o intuito de desfrutar as paisagens, sem pressas! nem correrias!, porque não somos nem pretendemos ser profissionais, somos só amantes de uma modalidade radical que fazemos para descomprimir do dia a dia.

DSC00062 DSC00068 DSC00093 DSC00097DSC00075 DSC00076 DSC00095 DSC00081 DSC00090

Anúncios

Volta ao Meco

Dia 15 saímos para a Volta ao Meco, como o trajeto era longo ficou combinado sair as 8h, mas o “Cromo” do Gomes, tinha que deixar cair a chave da carrinha, e logo pelo “BURAQUINHO” do elevador, há coisas difíceis de se conseguir!

Com isto tudo saímos as 8:35, só com 35 min de atraso, mas o homem é pro, veio de casa a grande velocidade para ganhar tempo diz ele! mas 35 min para fazer 5 km deve ter vindo de marcha atras, haja tarefa difícil!!

Passado isto demos inicio a volta programada, que tinha um extensão de cerca de 75Km, lá fomos pela via diagonal de encontro ao trajeto, encontrado o trajeto começamos a dita volta ao MECO, em direção a Valongo, o trajeto é muito agradável, com subidas fantásticas e descidas loucas de adrenalina para se efetuar a grande velocidade, que o diga o Felix, que a descer até a camara tem dificuldade em o focar dada a grande velocidade em que ele passa, acho que o homem está no desporto errado, deveria era dedicar-se ao Downhill, aqui é que ele dava cartas.

O trajeto é muito agradável, tem de tudo, subidas, descidas, asfalto, paralelo, grandes paisagens, etc. recomendamos pena foi não termos podido efetuar a totalidade do percurso, mas fica para uma próxima, com mais tempo!

Aqui ficam alguns dos momentos registados pela nossa objetiva.

DSC00027DSC00012 DSC00017 DSC00026  DSC00029 DSC00033 DSC00043 DSC00039

Passeio com o grupo BTT Lavra

Ontem saímos com destino a Lavra para efetuarmos um passeio com um grupo amigo, o passeio de cariz solidário tinha o seu início por volta das 10h, e era efetuado pelos concelhos das redondezas. Como só se partia as 10h junto ao Novo Pavilhão de Lavra saímos há hora habitual do Castelo, com o intuito de efetuarmos uma 1ª paragem junto a uma superfície comercial em Vila Nova da Telha, para apanhar outro elemento por volta das 9:40h, aí permanecemos cerca de 15 minutos, o Homem estava atrasado, ou melhor dizendo estava era no “Choco”, devia ser do frio que na altura se verificava.

Já com o grupo todo reunido voltamos a rolar em direção a Lavra, mas como o tempo ainda o permitia fizemos umas incursões no nosso terreno favorito, terra e laminha, para desfrutar da adrenalina, chegamos ao Pavilhão cerca de 5 min antes do inicio da partida. Chegada a hora voltamos a rolar agora já com uma multidão bem composta, pelas ruas e alguns trilhos a volta, durante uns Kms, mas como tinha-mos que voltar ao local de início e a chegada tinha que ser a hora habitual, junto ao Mar Shopping, despedimo-nos das people, e rumamos a casa, por alguns trilhos já conhecidos e por outros improvisados na altura, já que o nosso lema é “OS ARRISCA TUDO” e quando se tem um lema assim só temos é que fazer Jus as palavras e lá ariscamos, por acaso desta vez até que não nos saímos muito mal, encontramos alguns trilhos novos e chegamos a casa a horas decentes, ainda a tempo de uma degustação no café habitual da partida.

Para a semana espera-nos outra aventura fiquem atentos.

10958083_797052373677851_7709497640559181086_n DSC01216 DSC01221 DSC01222 DSC01231 DSC01232 DSC01235.